Excerto

Com muito prazer, disponilizo esta amostra para você ter uma impressão do livro. O arquivo PDF está livre de vírus, certificado e é imutável.

(Atualmente, há apenas o livro em alemão. A versão Portuguêsa é prevista para o primeiro semestre de 2015.)

 

Algumas palavras sobre o assunto

No mundo todo, há cerca de quatro milhões de pessoas vivendo com a hanseníase e suas consequências.

Eu sou uma delas.

Meu nome é Evelyne Leandro. Sou brasileira, vivo em Berlim desde 2010, e dois anos depois, em 2012, fui atropelada pela lepra. Escrever um diário sobre minha luta cotidiana contra esta doença bíblica foi parte essencial de meu processo de cura e tratamento.

Depois de muita reflexão, decidi publicá-lo como livro, dividida entre a vontade de ajudar e sensibilizar o público e as dúvidas sobre querer conectar meu nome e meu rosto a esta doença estigmatizada. A falta de conhecimentos leva a preconceitos e ao isolamento social – isso é tão possível de ocorrer em países onde a pobreza e as respectivas doenças relacionadas ainda existem, como em sociedades esclarecidas economicamente.

Com a publicação deste diário, a minha principal intenção é chamar a atenção do público para esta doença há muito tempo esquecida – bíblica e medieval aos olhos corriqueiros do senso comum, mas ainda presente e real no nosso mundo e na pele de muitos pacientes.

Além disso, os suportes da Organização Alemã de Apoio para Hanseníase e Tuberculose (DAHW) em Würzburg e da Fundação da Ordem de Malta (CIOMAL) em Genebra também contribuíram muito para a minha decisão.

Peço-lhe sua ajuda na árdua tarefa de conscientizar pessoas. Para fazê-las voltarem suas atenções às doenças negligenciadas, você pode me ajudar compartilhando a importância desse tópico a amigos e colegas, levando o link desta página através das redes sociais e reavivando o debate ao redor da questão.

Agradeço seu apoio,

Evelyne Leandro.